DESEJOS FAZEM A HISTORIA DA HUMANIDADE

Antes de mais nada eis um resumo resumido bem resumido dessa palestra no Simposio Astrologia 2010.

A Humanidade caminha para onde caminham os desejos. Sem desejo nada acontece. E assim se faz a Historia do Mundo.

O astrólogo precisa, então, conhecer esses desejos, o que a alma do cliente anseia, ele precisa ser multidisciplinar. Até mesmo porque os clientes atuais não vêm  somente para consulta de Astrologia. Cada vez mais, querem conversar certas particularidades que não têm condições de discutrir com família e amigos – pois são tendenciosos, envolvem-se emocionalmente, perdem naturalidade e objetividade – também não estão interessados num compromisso terapêutico.Apenas querem  conversar com alguém neutro,experiente e com visão ampla,cultura geral. E em quem possam confiar. Portanto, o astrologo atual precisa ser como Hermes Trismegistos: 3 em 1.

Na peça de Aristófanes,Pluto, foi dito a Hermes:

-Como é bom ter tantos nomes!

V. sabe que é comum os deuses terem vários nomes, epítetos, djinas. Cada nome tem um significado, atributo, poder permanente. Um deus monotônico, com um nome só, não tem tanta utilidade e praticidade. Por isso, neste séc.21, é melhor v.ter outros atributos para ser mais util,objetivo,prático. Um nome é um símbolo mágico, que pode ser evocado quando necessário – se houver forte intenção (kevanah, com os cabalistas).

O mundo será sempre politeísta, pois os humanos têm milhares de desejos. ( o catolicismo monoteísta tem vários santos, cada qual com sua especialidade). Mercurio, regente de gemeos e Virgem, é um espírito transformador, que sempre foi fundamental na Alquimia, além de patrono de todas as artes e d os 5 sentidos O melhor empregado de Jupiter. Ás vezes aparecia como patrono dos utensílios de cozinha, fazendo a magia de transformar farinha em bolo de aniversário ou brioche. Era polivalente.Dizia:

– Para os homens sou Hermes, para as mulheres sou Afrodite.

A beleza está nos olhos de quem vê.

Mercurio também é a palavra com asas. Palavra sem asas é aquela que não é dita ou escrita  com envolvimento psíquico e espiritual, isto é, não consegue conexão.. É como uma flecha que não atingiu um alvo. Mas, o ouvinte, o outro lado, também precisa estar interessado e em sintonia, para que a palavra não seja perdida.

A doença do sec.21,que tantas vezes já falei, tem uma cura: estar interessado em algo. O interesse, a curiosidade (atributo de Mercurio), sentir uma revelação dentro de si, é a cura.ressuscita qualquer coisa.

Se v.considera algo sagrado, aquilo lhe ressuscita. se v.considera seu casamento sagrado, seu casameno terá êxito, se considera sua profissão sagrada, ela terá êxito. Se considera o dinheiro sagrado, v.conseguirá dinheiro.Pois v.corre atrás dele e êle corre atrás de v. quem não considera o ser humano sagrado, não deveria trabalhar com pessoas. Quem não considera o espaço sagrado, não deveria ser urbanista. Ia dizer que um político sem consciência de cidadania, não deveria ser… mas deixa isso para lá.

Se v. gosta de complicações e desafios, deveria escolher uma profissão complicada. Pois aí, mesmo que v.morra (,com certeza vai), morrerá satisfeito. E a melhor gloria é morrer satisfeito.

Um planta numa casa é como um poste, um meio de subida para aquela coisa.È através desse poste que v.toma posse daquela área. Casas com stellium ou planeta focal, ^tem uma profunda necessidade de possuir aquilo. Ali estão estacas poderossímas. Tão fortes como o imortal Wolverine. Esses planetas são como filtros,selecionando o que é mais importante para v..São como sefirós, dando e recebendo. Um constante fluxo de produtividade e recompensa, uma saudável obsessão(ou não).

Se v.tem auto estima, não está dividido e, portanto, pode ter êxito em qualquer coisa que lhe interessar. Profissionais com baixa auto-estima e divisão interior não têm êxito. O bom profissional é como Vulcano/Hefaistos: o deus que melhor representa o profissional bem sucedido. Ainda que sua vida afetiva não fosse lá essas coisa. A vocação de Vulcano era a profissão, não era a vida amorosa. Geralmente quem tem vocação amorosa, a vida profissional fica em segundo plano.

Vulcano sabia ser indispensável aos deuses, dava-lhes o que eles precisavam: armas para os homens, joias para as mulheres. E isso é arquetípico,eterno. qualquer coisa que simboliza uma arma, até mesmo psicológica (como sexo,etc) encanta os homens. Por isso que Tropa de Elite 1.2.3… Velozes e Furiosos 1,2,3… encantam grande parte do público masculino. Qualquer coisa que simboliza joias,beleza, inclusive psicologicamente(como namorados,etc), encanta as mulheres. Por isso é que Diabo Veste Prada, Fashions Shows, Bridget Jones etc encantam grande parte do público feminino. Que senhora de mais de 60 anos não gostaria de ser como Carolina Herrera?Eu gostaria. Mas também hostaria de ser Vargas Llosa,com o Nobel da literatura…

Enfim, Vulcano fazia os clientes se sentirem poderosos e assim, ele memo, ganhava mais poder. O sonho de todo profissional é ser insubstituível.

Quando v.incorpora uma tarefa, ela vai além de v., estende-se. V. se torna imortal através daquilo que faz.  E aí, entra a casa 8. Pesoas com planetas na casa 8 pretendem ser imortais. E serão. Por bem ou por mal. Através da força magnética que colocam no que lhe interessa. assim, tornam-se inesquecíveis, com essas armas e joias plutonianas.

Gente, cansei de digitar. Continuo outro dia, outro capítulo. Mas se v. quiser saber mais sobre casa 8 e casa 12, leia meu livro Conhecimento da Astrologia Karmica que, só dessas 2 casas tem 500 folhas. Arrivederci.

Anna Maria Costa Ribeiro
Novembro 2010