17 de maio de 2015

Pontifex agora respondendo ao Pergunte e Aguente. Antes veja abaixo, o post sobre Elegia e Netuno.

34. Alvo errado

P. Tinha um bom emprego e pedi demissão. Comprei um imovel. Prestações altas, local longe, arrependi-me. Estou infeliz e sem liberdade. Como suportar a espera de aguentar o que não tem solução imediata? Jogar tudo para o alto é catastrófico.

R. Minha avó dizia: se v.quer dar um passo maior que as pernas, que aguente, a perna é sua. Meu avô dizia: já foi ao oculista ver como está sua miopia? Porque acho que v. não está enxergando longe.
Parece que v. procura desafios para tornar sua vida mais emocionante, Encontrou-os. Mas só se encontra aquilo que se pode resolver ou suportar, senão v. entra em área de Alta Tensão!
Um bom general não entra em guerra para perder, ou não seria um bom general. Meu bem, parece que v. errou o alvo. Conserte-o. Atue logo. Guerra é guerra. Esperar não, encarar sim. Ou aceite o inevitavel: ou seja, v. deu uma boa mancada porque confiou na sorte. Provavelmente não foi a 1a. vez que se arriscou e sobreviveu. Se sobreviveu até hoje, a chance é que sobreviverá novamente. A excitação do risco é adrenalina pura.

Quando resolver esse trem por aí, ou v. sentará o facho ( se seu Jupiter e netuno permitirem) ou buscará algo mais arriscado. Pelo menos vá ao oculista. Salve Jorge!

35. Tire a viseira

P. Há anos gosto de uma pessoa, mas ele nega o sentimento e o sexo. Diz que só tem amizade e carinho. Tenho certeza que é mais do que isso. Ele diz que não e nem me dá chance.

R. Querida: acredite nele. Ele fala a verdade. Raríssimos homens mentem nessas questões. Podem mentir se estão casados e querem ter sossego. Não é este o seu caso. Forçar a barra de quem não lhe quer é desvalorizar a si própria. Para dizer o mínimo.
V. entregou seu coração para quem não quer recebe-lo. Esqueça. Procure outro. Olhe em frente.
Se é que realmente v.quer alguém. Porque essa obcessão pode ser uma justificativa de evitar outros compromissos.
Vai ver se lá fora a vida lhe traz outras coisas, senão acaba empacando no resto, inclusive em trabalho. Avante!

36. Posso ser protegida daquilo que não sei?

P. Existem seres espirituais ou gurus, pais e mães de santo que possa nos proteger de influências negativas que nem sei? Disseram-me que tenho um escravo espiritual que me atrapalha a vida e devia fazer, então, uma limpeza espiritual, um despacho. Estou confusa, não sei como lidar com isso, não quero que algo me prejudique.

R. Conforme o mito de Artemis ou Diana, ela protegia as meninas até aos 9 anos, depois elas, supunha-se, já estavam espertinhas e que se virassem. Acho que v. já passou dos 9 .Espero que consiga sentir-se segura antes dos 90.

Acho que o que quiseram lhe dizer é que v. anda por aí acompanhada da Tristeza ou da Melancolia ou da Subestima ou da Desconfiança, sabe-se lá.
Descarrego é bom, mas 1 não será suficiente. Precisará, perhaps, de uns 365. Vou lhe dar, gratis, uma boa receita de descarrego (talvez sirva para outros leitores/as).

Todo dia, 365 dias ao ano – não se esqueça de reparar a data em que vai começar – tome um banho de chuveiro, lavando bem a cabeça, esfregando forte com o shampoo da sua preferência ( não cito marcas para não fazer propaganda gratis, mas se alguma empresa quiser contatar estamos aí). E, enquanto esfrega, vá dizendo a plenos pulmões:
– Xô! Xô! Vade retro tristeza que eu sou bem mais forte que você!Muito mais!
Se não for tristeza e for insegurança, desconfiança, etc e tal, substitua pela palavra que achar mais adequada. Só não diga nunca que é o tal escravo, melhor acender uma vela para ele e estamos conversados. V. é que se escraviza pela opinião dos outros e pela insegurança. Siga a sua opinião .. E que seja a melhor de todas. Gostou da minha opinião? Se não gostou, deleta. Se gostou,vai em frente. Axé para você.