Lilith: capítulos 1 a 12

CAPÍTULO 1

Mas
Quem é Lilith? Capítulo 1:

Esse irresistível demônio feminino da noite?
Com seus longos cabelos da cor que v quiser
E com asas para voar nas sombras noturnas,

Mas não como morcegos.

Não se deve dormir sozinho numa casa.
V corre o risco de ser agarrado por Lilith.

Essa humana de asas, portanto celestial, repara só.

De onde veio esse ser sobrenatural?
Seres sobrenaturais são partes de nossas personalidades.
Ter medo ou atração por um ser sobrenatural é ter medo ou atração por uma parte sua.

Por isso
Os sobrenaturais
Serão sempre
Tão fascinantes.

E isso vejo por aí, com as pessoas que se encantam ou temem
Lilith.

Seu mito não é meramente hebraico,
nem é prerrogativa do Zohar,
aquele livro cabalístico cheio de regras, bem a moda do séc. 13.

Os judeus chamavam-na de
Layil ou Laila
Que significa noite.
Na Suméria, era Lil. Isso, há 5.000 anos.

Mas Lilith, seja lá com que nome,
Também era conhecida pelos assírios, babilônios, persas, cananeus, árabes e
Teutões, veja só.
Não era só popular e temida no Oriente Médio.

De onde veio essa jovem senhora?

Do Caos.

Como uma Loki feminina.

Como uma contraparte ou um contrapeso
A fim de que houvesse um
Equilíbrio
À masculinidade e supremacia grandiosa de Deus.

O mesmo se deu com Loki
Uma contraparte à grandiosidade de Odin.

A grandeza de ambos, é bom notar.

Diz o Zohar, com suas regrinhas e meditações tão necessárias à conjuntura da época e local:

– Deus
Criou
2 grandes luzes ou Luzeiros.
Com a mesma dignidade.
Mas a Lua não ficou à vontade com o Sol, nem o Sol com a Lua.

Implicaram-se.
Começou um questionamento entre eles, q não vou me estender por aqui.

Deus disse p a Lua, talvez por preferência do Sol:
– Torna-te menor.

Já começou por aí a humilhação.
A Lua reclamou:
-Porque eu?
Imagina, discutir com Deus…
Não teve jeito

A Lua diminuída tornou-se a líder dos seres inferiores.
E perdeu, ainda por cima, a sua luz própria.

Às vezes a Lua tinha conexões com o Sol.

Ela ficava
Luminosa.
Só às vezes..

Fora disso, diz o Zohar, cascas cobriram seu cérebro – seja lá o que isso quer dizer.

E ainda:
Deus ordenou que das trevas
Surgisse uma espécie de Lua feminina chamada noite,
Mas, à esquerda.

Esquerda era o lado das trevas.

Da chama ardente do poder das trevas
O seu Poder
Flamejou brilhou fascinou.
O que?
A essência feminina.

Semelhante à Lua.

As trevas desejam se fundir com a luz.
A noite deseja se fundir com o dia.
Foi uma brigalhada, uma discussão acirrada.
Assim começaram
As desavenças
Entre o masculino e feminino.
Chamadas
Desavenças amorosas.
Ora pois.

Para acabar com essa discórdia
Deus provocou a separação entre essas luzes.
A Lua, então,
Foi obrigada a diminuir e ficar à frente
Dos tais inferiores.

Dai
Que a Lua rege o povo
E o Sol rege os chefões (outrora regia os reis, mas cadê os reis de hoje? Estão nos supermercados…nas lojas das esquinas…).

E segue o Zohar, refletindo as hierarquias, cada qual na sua caixinha:

– É justo que as 2 luzes governem.
A luz maior de dia
A luz menor de noite.

Sendo que
O domínio do dia pertence ao macho
E o domínio da noite pertence à fêmea.
Ou seja:
Nadíssima politicamente correto.

E segue o baile.

Deus foi um interventor na desavença amorosa.
Fala sério.
A Lua se sentiu inferiorizada.
Pudera.
Dessa chateação saiu uma casca
Que os cabalistas chamam de Klipah..
Ou casca do mal.

Haja preconceito.
Coisas daquela época.

Dessa Klipah
Ou casca do mal
Nasceu
Advinhe quem:

Ela mesma.
Lilith.

Da cabeça até o umbigo, Lilith é super linda, sem precisar de retoques.
Do umbigo para baixo
Ela é
Fogo Abrasador.

Donde
A energia de Lilith
Veio de um ressentimento.
Ela é
Sombria, ardente, noturna.
Ou seja
Lilith é o lado sombrio das pessoas que pode surgir nos sonhos noturnos.
Bem. Diurnos também.

Ou A Sombra.
Algo Transpessoal.

E pasme:
O Zohar
Não é totalmente rígido.
Ele acrescenta:
– É esse lado sombrio que permite a sua, a nossa, permanência no mundo.

Que bacana.
Jung concordou.

Lilith é o:

Equilíbrio.

Por hoje chega.
Bastam essas surpresinhas.
A novela continua semana que vem.
Hasta la vista.

Lilith
O Equilíbrio.

Depois v vê como isso vai aparecer no seu mapa.
Uma coisa te digo: não será pela Lilith astronômica, da qual, até, existem 2 tabelas astronômicas, totalmente diferentes.

A bientot.
(em homenagem à França)

CAPÍTULO 2

Lilith nº 2

Foi o mago e rei Salomão que fez analogia da casca de noz com a klipah. Ou casca.
A contraparte da sefirah.
Na Árvore da Vida (AV)
Sefirah é um vaso bacaninha que contem uma virtude, vamos dizer assim para facilitar.
Klipah é como um vaso quebrado.
(Mas que os japoneses sabem consertar maravilhosamente)

But
Salomão associou a casca de noz ou klipah,
Tipo assim:
Uma camada sensual que desperta desejo.
Ou seja:
Lilith.

Pois.
O Senhor criou todas as coisas no mundo, pois se não tivesse tudo,
Quem iria querer ficar por aqui?

Então
Para de dizer que Lilith e outras similares são coisa feia etc. e tal!
Se não houvessem prazeres
A Terra seria apenas
Um aeroporto de saída.

Ninguém aguenta viver sem prazer.
Basta olhar a cara de quem não tem prazer.
É por isso
Que Lilith é linda e jamais fica sem par.
Enfim.

O mundo é construído, simplesmente,
De assim em cima como em baixo.
Em cima um ponto de luzzzzzz
Que se estendeeeeee
E cria um palácio (Hekal)
Um esplendor.
O Palácio
É a casa do
Desconhecido.
Da extensão da luz/ palácio
Surgem vários níveis de luz.
Cada qual com seu atributo ou vestimenta.
Um nível torna-se o cérebro para o outro

A mente cria uma próxima etapa.
Como v vê nas 10 sefiros da AV.

Mas o que tem isso com Lilith?
Calma aí.

La em cima da AV
Está o feminino de Deus.
Porque Ele tem o feminino
Já que Ele é Tudo.
Chama-se Shekinah

Mas.
Tem lá em baixo também
Quando aquela luz foi se estendendo e condensando.
Mistério dos mistérios!!!
Quem esta lá em baixo?
Lilith?
Sim.
Mas quem é essa senhora?
O lado feminino de Deus na sua forma
Autoritária

Sim
Lilith é autoritária.
Ela nasceu do poder divino de julgar e punir com severidade
Ou Gevurah/ Din.
Lilith nasceu dali junto com Samael.
Que se tornou depois seu consorte.
Teve sorte realmente.

Macho e fêmea.
A dupla.

O Zohar diz:
Tem Santidade e tem o Outro Lado.
Vulgarmente conhecido como
Mal.
Lilith serpente, ou devassa, ou Fim do dia.

Shekinah o divino feminino em cima
Lilith o feminino expulso e rejeitado
Só lhe resta,
Então,
Tornar-se a
Noiva do Diabo
A sedutora.
Uma fofa.

Os caras aí queriam o prazer
Mas como era considerado uma falta de educação
Chamaram seus desejos e sensações de
Sucubo
Serpente
Devassa
Lilith

Ou seja:
Um processo psicanalítico de transferência.

Antes do Zohar
Um outro livro
Dizia:
Lilith e Samael nasceram de uma emanação de baixo do Trono da Glória.
Era andrógino com 2 caras.
Correspondiam:
Á emanação de cima
Que era hermafrodita
E se chamava
Adão e Eva

Assim em cima como em baixo

Portanto
Os pares
Em cima Deus e Shekinah
Em baixo Samael e Lilith

As contrapartes
e complementaridades.

E teve um sobe e desce conforme necessidades e conveniências.
Algumas vezes Lilith vai para cima.
É isso que o Zohar quis dizer
(repito: quem diz é o Zohar, não sou eu):
Lilith quis transar por cima.

Lilith é a qualidade divina da natureza e do instinto.

As águas alimentam Lilith
O vento espalha sua influência.
E ela domina os animais selvagens numa boa.
Pois
Só um selvagem pode dominar outro selvagem
Semelhante atrai semelhante.
Similia similibus curantur.

Nosso lado instintivo
Seja v homem ou mulher.
Instinto primitivo de sobrevivência
Algo perfeitamente natural.

No inicio Adão era sozinho e andrógino.
Mas ao ver os animais copulando:
Isso está parecendo bom pra caramba!
Então
Encheu-se de desejo e solidão.
Com quem iria se acasalar?

Entrou em melancolia.
Caiu num profundo sono.
Ai Deus aproveitou para separar a situação hermafrodita
E dar um par para o rapaz.
Seu par chamava-se Lilith.
Que foi levada a ele vestida de noiva, olha que fofura.

Lilith
Instinto
Feminino terrestre
Personificação dos desejos sexuais
Natural e estimulante.
Pulsante indescritível.
Associado à Humanidade.

No seu mapa
Lilith é representada por aquilo que v sente um desejo indescritível.
Se v tem um profundo desejo de ter dinheiro, seu prazer imensurável
Isso é Lilith.
Se v tem um profundo desejo de ir a Paris, de comprar um carro novo, de ter sucesso, de Qualquer Coisa
Irrefreavelmente
Isso é Lilith.

No momento
Tenho um profundo desejo
De comer pipoca.

Deu para entender?
Se não deu,
Explico melhor na aula.
A verdade sobre Lilith
Nos cursos da URANTIAM.

Continuo próxima semana.

CAPÍTULO 3

Lilith n 3

Ela é a Deusa.
Da sexualidade, nascimento, vida e morte.
O ciclo e poder da vida.
Autonomia.

Existe com vários nomes em várias culturas.

Com o patriarcado houve a separação:
A. O deus masculino ficou com o poder de vida e morte.
B. A deusa feminina ficou:
1. Sexualidade e magia
2. Procriação e maternidade

Portanto
Deus é Um
Deusa são Duas

Esse mito surgiu da tentativa de Jeovah diminuir o culto à Deusa. Espalhado por todo canto. (Antigo testamento e Torah)

Cabalistas antigos diziam:
Deus criou o Homem/ Adão andrógino com 2 rostos virados cada um para uma direção.
Depois serrou Adão dividindo-o em 2.
E
Lilith é a fêmea de Adão ou Adamah (terra)

Após a Queda
A mulher de Adão foi chamada Eva.
Ou mãe de todos vivos.

Isto é:
Lilith, espírito livre da mulher
Eva, a mãe

Adão, homem com instintos

Lilith
Que quando anda, majestosa, atira pedras como estrelas.

Lilith
Aquela que guarda a Árvore da Vida do Bem e do Mal
Com sua espada flamejante e giratória.
Diz o Zohar.

O problema de Lilith foi
Ser encantadora e sedutora
Donde
Dominadora sobre o homem
Ora
Se ele não tinha encantamento pela Eva
Também não devia ou não podia ficar com Lilith
Portanto
A culpada é Lilith
A bela
A chama da espada giratória sedutora.

Quando a espada do Querubim que guardava a tal Arvore da Vida do Bem e do Mal
Girava
Era sinal que Adão havia pecado
Isto é, tivera tesão.

Então
Lilith que havia sido atirada ao mar
foi tirada do fundo do mar para ter poder e cuidados sobre as crianças filhas dos homens fora do casamento.
Babá.
Ora essa.
Cuida dos bastardos.
Ou mata-os.

Lilith coitada
Começou sendo o prazer de Adão
Depois foi subjugada e mal julgada.
Depois foi reerguida
Com a missão de ser
O
Açoite
de Deus.
Lilith das varias funções:
. deusa
. Demônio
. Tentadora
. Assassina
. Noiva de Satã
. Esposa de Deus

E sempre em chamas nas portas do paraíso.
Pois a espada flamejante não para de girar em face de toda a sedução que há no mundo.

Sua vida é contada passionalmente.
Sua figura é passional.
Seus mitos falam de:
Humilhação
Por discordar de Adão
E por ser magnífica e atraente

A poetisa Pamela Hadas começa:
– O que, gente como eu, tem a fazer
Com gente como Adão?
….
Jardins foram feitos por ordenadores.
Jardineiros foram feitos para ordenar.
Mas eu não sou ordenável.
Sou a primeira transgressora.
Por isso fugi
Desse meu primeiro amor.

Lilith sente a rejeição e a traição de Adão.
O feminino ferido
A diminuição da Lua.
Ou a baixa autoestima da Lua.

Lilith quer direitos iguais.
Pois ambos nasceram do pó.
Ela quer liberdade de movimento e expressão.
Não quer ficar inerte e passiva.
Por isso
Torna-se
Junguianamente falando
A mulher heróica.
Que larga a opressão
Para se desenvolver e crescer

Para que a mulher cresça
Precisa ser Lilith
O flamejante espírito livre.

Continua próxima semana

E você, meu bem,
V é Lilith ou Eva?
A sua Lua dirá.

CAPÍTULO 4

Lilith n 4:

Na Suméria 3.000 AC
Bem antes da Torah, do Antigo Testamento e do Zohar
Estava escrito em cuneiforme:
(versão)

A árvore hulupu ou salgueiro foi plantada nas margens do Eufrates.
Nela
A serpente se instalou e o pássaro Zu colocou seus filhotes
O herói Gilgamesh
Com armadura e seu machado
(aliás como Xango e Thor)
Matou essa serpente q desconhecia qualquer encanto
(ou seja: não caía em conversas)
Então
Zu fugiu com seus filhotes.
E Lilith fugiu para o deserto.

(Como se vê, essa história de paraíso e serpente é antiga. Afinal,
Na natureza nada se cria e tudo se transforma)

Lilith jamais se deixará abater ou será submissa.
Prefere a solidão ou seus demônios.

Outros casos em q se desdenha a opinião das muchachas:

Perséfone colheu, ingenuamente, uma flor
E foi esperneando para o Hades.

Psique, já grávida de Eros,
Quis olhar a cara do pai do bebê.
E tornou-se a grávida desprotegida e jogada às baratas.

Todas foram rejeitadas.
Por mais belas que fossem.

Jung diz
Que as facas ritualísticas das magas (magos)
Representam a Mente fazendo Magia.
(Tem sentido)
(e se v entender nas entrelinhas, assim é o naipe de Espadas do Tarot.)

E com a sabedoria da natureza.

A faca mágica
É a mente de Lúcifer
(com sua potente luz)
Que só confia em si e repele o convencional
(tem sentido)

Amuletos de proteção contra Lilith
São facas.
Lilith corta furiosamente
O inútil e ultrapassado.
Vai à essência.
Cai fora das relações de poder.
Prefere a separação.

Mas
Quem quer se proteger contra Lilith?
Talvez quem tenha medo do inconvencional.

A história segue:
Então
Lilith foge para o deserto, perto do Mar Vermelho
(ora, estive lá e não sabia desse lance, ou iria cumprimentar a audaciosa intrépida)

Em Isaías se fala:
Lilith repousa entre os gatos selvagens e as hienas. Etc.

Se v, um dia,
Quiser partir
Ou fugir
Não se sinta rejeitada ou ultrajada
Pois
Sem o Sol
V será como a Lua..

Se uma hora
V se sentir como fera ferida
Lembre-se de Lilith
E dê a volta por cima
Como disse a Elza Soares esta semana mais uma vez.

Cabalisticamente
Na Gematria/ Numerologia
Lilith = Guincho
Por isso
Ela é chamada
De
Demônio que guincha.
Guincha uma batalha de guinchos
Com uma das amantes de Samael,
Mahalath,
Também seu amante, porque não?
A Terra treme com a barulheira.
E com isso
As orações dos bonzinhos não são ouvidas, olha só a perfídia….

Na verdade
É um recurso de Lilith
Querendo dizer ao Deus:
– Olha eu aqui! Também sou filha de Deus!

Segue outro dia.

CAPÍTULO 5

Lilith n 5:

Lilith
Ela se transforma nos momentos de solidão e desolação.
Ganha a sabedoria das corujas.
Torna-se mais forte e resistente que os leões que vivem ao sol.

Lilith sabe o que é ser pássaro que precisa voar e não ficar.

Sabe o que é serpente ou outros répteis que rastejam no deserto e sobrevivem, ou até curam.

Lilith um dia disfarçou-se de Rainha de Saba – diz o Antigo Testamento.
Porque o Rei Salomão era sábio demais.
Mais sábio que os humanos
Mais sábio que os animais, incluindo aves e peixes, q também são animais, remember.

Ela quis seduzir o rei, coisa normal, muitos querem.
Mas Salomão percebeu a jogada,
Afinal ele conhecia história do pai com Bethsaba.
O que os pais fazem trazem know-how para os filhos.
Salomão conhece o lado ctônico, porque o herdou.

Que significa isso?

Que quando um casal se entrega com plenitude, com seus prazeres e consequências, como o parto ou o medo da perda,
Lilith se manifesta – seja v homem ou mulher.
Seja v Lilith ou Salomão.

Quando não há envolvimento emocional entre amantes
Até que se manifesta o lado animalesco de ambos.
É o instinto na sua mais profunda atuação.
O reconhecimento de uma tremenda força do prazer.
Que se for inconsciente
Chamam de atitude demoníaca

Como a união entre Lilith e Samael
Lá no Mar Vermelho. Rosso Mare.

Mas
Quem arranjou essa união?
O Dragão Cego.

Quem?

Esse mesmo.

Taniniver.
Dragão Cego.
Ou Príncipe Cego.

Que aconteceu?
Tchan tchan tchan
Próximo capítulo.

CAPÍTULO 6

Lilith n 6:

Lilith cavalga Taniniver, o Dragão Cego e castrado.
Que foi o padrinho da união dela com Samael.
Cego quer dizer:
Não vê as cores. As diferenças e nuances.
Na Antigo Testamento, e Torah,
mete-se o pau nessa união.
Freud explica.
Será inveja ou falta do que fazer ou jogando p a plateia?
Bem. Não importa.

Diz o texto q Samael carrega o tal Dragão q, por sua vez, carrega Lilith.
Deve ser uma imagem interessante.
São antigas fofocas ou imagens psicanalíticas.
As relações perigosas, que se vêem por aí.

Lilith uma Afrodite sedutora.

Também foi chamada de serpente.
Que seduz a muita gente com tatuagens e joias de serpentes.

E o texto diz:
Eles serão castigados, esse casal de Leviatãs e o tal Dragão Cego.

Leviatã representa a conexão e a união entre essa Vênus e esse Marte, na forma de serpentes.
Ali, Lilith é chamada de Serpente Tortuosa e Samael de Serpente Inclinada. E v pode imaginar porque.

Sedução.
Um pecado para certas épocas ou pessoas.

Vênus
Afrodite
Ishtar/ Inanna
Freya
Etc.
Amantes.

Dizia -se q haviam 2 Liliths:
. A avó, grande, mulher de Samael, devassa.
. A moça, filha, pequena, mulher de Ashmodai ou Asmodeu.

Samael o Príncipe Supremo.
Ele e Ashmodai têm ciumes de Lilith, sejam avó ou filha.
E também ambas, as Lilith grande e pequena, discutem entre si.
Porque não sei, se cada uma tinha seu par e os 2 eram príncipes ou reis. Demoníacos. Tentadores. Sedutores.

Dizem que não têm boas intenções.
Afinal
Que intenções seriam essas que tanto preocupam cabalistas e profetas?.
Sexo, ora essa.

A guerra de Lilith é a guerra do sexo.
Pelo jeito está acontecendo novamente.
Porque a sedução e o encanto são tão perturbadores?
Porque dão prazer.
Será coisa da Idade Média?
Sec. 13.

Ela morava no deserto. Com seu marido e seu exército de filhos.
Um dia cavalgou com sua turma e atacou o acampamento dos filhos de Jo, aquele do caxanga.
Roubou o rebanho e matou os guardadores.
Quando Jo soube, filisofou:
– Se os céus se voltam contra mim, nada posso fazer.

O espirito de sedução de Lilith chama-se Lilim.
Sempre houve Lilins por aí.

Mesmo separado dela, por 130 anos, Adão sonhava com ela e o espírito Lilim o visitava.
Afinal
Lilith é inesquecível.

Seduzido
Adão teve filhos espíritos dela. Outros Lilins.
Estão por aí até hoje.

Os filhos da imaginação da sedução.
Abstrações poderosas
Trazidas pelas proibições ou tabus.
Lilith também teve filhos com Samael e Ashmodai.
Que estão por aí hasta hoy.

A preocupação com Lilith é tão grande que, cabalistas deram 4 nomes p Lilith. Ou seja, 4 qualidades (ou seriam defeitos?)

E cada uma tinha seu reino e sua cota de seduzidos.

Lilith seduzia a todos, já que ela era autoridade no caso. Uma Vênus com todo seu poder.

Naamah seduzia os gentios, não judeus.

Nega (ou praga) seduzia somente os judeus.

Igrat seduzia os cabalistas nas noites antes do Sabbath. (Ou nas 4as.feiras, não captei porque. Quem souber q o diga ). O que era proibido. Jejum completo.

Os cabalistas têm inúmeras informações minuciosas das Liliths. Cada qual com uma atribuição.
Como se preocupavam com isso!
Compreende-se.
Naquela época a vigilância do prazer não dava colher de chá.

Toda essa genealogia Lilithica eram as Filhas de Lilith. de quando ela estava no deserto.

De qualquer forma
São sempre variações

Do grande poder da Lilith, sedutora Afrodite, que para os gregos não era pecado, muito pelo contrário.
A ardente Inanna-Ishtar da Suméria.
Belíssima Freya nórdica e seu colar de Aurora Boreal.

As filhas de Lilith eram feiticeiras sedutoras. E estranguladoras. Talvez de emoções.
Mas
Havia um filho:
Sariel

Segue na próxima semana.

 

CAPÍTULO 7

Lilith nº 7

Nos mitos Cabalísticos, Lilith teve um filho com Samael ou Ashmodai, seu outro nome.
Chamava-se Sariel ou A espada de Ashmodai.

No dia da Reconciliação ( Yom Kippur)
Sariel é invocado p sabios e anciãos.
Então, ainda q contra a vontade,
Sariel aparece- lhes voando no espaço
Com 131 guerreiros de rostos em chamas.
131 = 5

E ai?
Aí, pasme,
O escriba Pifiron traz p os sábios e anciãos
Todos os segredos dos céus e revela-os.

Que paradoxo inconveniente! Ou será conveniente?

Antes
Lilith Samael etc. são considerados pervertidos.
Agora os sábios querem saber o que eles sabem .
Aliás,
Qual o critério de perversão?
Por esses mitos é fazer o que lhe agrada.
Sem seguir os regulamentos ditos sei lá por quem.

E será
Que nesses segredos do Céu
Está incluso a Astrologia?
Yes. Podes crer.

Então
Sariel
Um príncipe de fogo
É aquele q esclarece (fogo iluminatório)
A quem quer ser esclarecido.
E que lhe solicita
Nesse dia da Reconciliação.

Nisso está subjacente
O poder feminino de Lilith.
O seu lado transpessoal.

E veja:
Lilith passou a habitar o deserto árido e incandescente.
O nome desse deserto é, pasme outra vez,
Jardim de Alah!!!
Que legal!
Bem no ponto de saída do metrô para a escola URANTIAM.!
De onde vem
O Esclarecimento.!

E porque?
Porque no deserto Lilith está só
Com liberdade
Sem as águas do emocional
Que atrapalham a clareza das informações.
Ali
Podem haver transformações.
Podem haver esclarecimentos.

Lilith
É a poderosa energia transformadora.
Ela é a
Primeira Mulher.

A Sedutora.
Que os cabalistas antigos chamaram de
Serpente Tortuosa.
Provavelmente porque se sentiam tentados .
Hoje ainda podem chama -la assim
Aqueles q são os mal amados.
Os bem amados não acusam, nem são repressores.
.
Lilith
A doçura do prazer.
A Estrangeira.
Ou a Impura para quem tem a mente impura.
Mas como impura
Se lhe cortaram mãos e pés da serpente
Após a suposta sedução de Eva no Eden?

Sem pés e mãos
Ela tem seus adornos
Seus pés e mãos serpentários.
E diziam
Que Lilith vem à Terra
Nas noites q os homens dormem sozinhos.
Haja trabalho!

E como v vê Lilith no seu mapa?
Não pense que é por uma posição duvidosa (2 tabelas diferentes) e preconceituosa., restrita.

CAPÍTULO 8

Lilith nº 8
Ela é desejada.
Ela é perigosa.
Ela se adorna com o que acha mais belo e sedutor.
Ela não é sua mãe.
Ela é a Sedução e o prazer.
O divino está em tudo.
Já que o divino criou tudo.
Sec 21.
Era de Aquario.
Atualização faz- se necessário.

Mas
Porque colocá-la como algo negativo?
Qualquer coisa pode ser negativa.
Lilith representa o prazer pessoal na sua livre expressão.
Ser o que se é, ainda que uns torçam o nariz e outros anseiem.

Diz o Zohar sobre o que era considerado sedutor:
. Ornamentos, adereços
. Vinho e beijos
. Cabelos vermelhos longos
. Blush rosado
. Brincos com 6 pingentes
. Cordões egípcios na nuca etc.
. Graciosa boca q parece uma passagem graciosa
. Língua pontuda
. Palavras suaves
. Lábios com as doçuras do mundo
. Roupas escarlates
. 39 enfeites

Parece que o cabalista antigo conhecia bem os detalhes
Depois do ato
Lilith aparece vestida de fogo flamejante e com uma espada
Parece uma Iansa.
Eparrei Oya.

Para completar o Zohar diz que ela mata o amante e atira- o ao inferno.
Ah
Mas deve ter valido a pena.
Conheceu o desconhecido.
Ousou ir além.

Ela é o feminino atraente e sedutor. Que traz uma transformação.
E seu poder maior
Fica sabendo, se quiser
É na Lua Minguante.
Diz o Zohar.
E completa:
– Quando algum homem dorme sozinho
Lilith o agarra e desperta- lhe o desejo.
E ainda o faz adoecer.

Me desculpe
Esse Zohar é bem careta.
Enfim.
Pode- se modernizar os valores.
Excitação fora do casamento é o que ela representava.
Chamada, então, de espirito mau ou Asirta.
Obsessor.
Que aparece na Lua Nova.

Jung chamou- a de
Anima Xamanística
E completa:
Sofia, a sabedoria, pode ser associada a Lilith.
Jamais à Eva
Pois Eva não tem nada a ver com a Magia.

Cabalistas diziam que ela era:
Uma escada pela qual se pode subir até os degraus da profecia.

Ela surge para o iniciado
Como Anima Xamanística
Conforme ele escala a árvore da filosofia.
A visão transformadora e profética q ela traz.

Então, você, cara leitora,
Dizem os estudiosos menos preconceituosos
Pode viver a sua Lilith de feminino sedutor e transformador
Se tiver mais de 40 anos.
Quando há mais maturidade emocional consciente.
Antes, dizem, a sedução é mais inconsciente.
Sei não.
Até o sec. 20 podia ser.

Lilith
É
O desejo feminino.
Isso posto, acho q já deu para entender perfeitamente o papel dela no seu mapa.

Mas uma coisa é certa:
Não tem nada a ver com essa Lilith q se coloca aí no mapa da internet.
Fala sério.
Analise de modo mais profundo e astrológico pelos aspectos do Planetas.

Avante.

CAPÍTULO 9

Lilith nº 9:

Quando um dia v se apaixona de um modo que parecia impossível, inaudito para seus padrões e hábitos
Lilith se faz presente.

Quando v se sente restaurada
Como o Zohar dizendo
Que Shekinah se faz presente se v se comportar convenientemente,
Ou seja
Lilith e Adão
o Sol esplendoroso e a Lua prateada luminosa,
Lilith novamente se faz presente.
Radiância com radiância .

Mas
O que é
Convenientemente?

Ponto.

Um dia v olha o brilho do Sol e ele lhe leva para seu reino de luz numa viagem astral.
Ou seja
Um engrandecimento do ser amado.
Pois foi v que lhe deu essa luz.
Não é ele o sedutor.
V é a sedutora.

Na Babilônia
Lilith era chamada de
A mão de Inanna.
Que
Seduziu o velho rei Anu e
Seduziu Enki o intelectual boêmio popular
E seduziu etc.

Lilith é o poder consciente da Sedução.
Sedução inconsciente, como característica inata não é Lilith.
Lilith é a Sedução inata ou treinada/ aprendida com a vida
Mas usada conscientemente.
Outra praia.
Poder.

Uma função feminina, que pode ser usada pelo homem-lilith.
Ha muitos homens – lilith
Ou se v preferir
Homens-Samael.

Uma magia lunar.
Que se atrai pela força solar
De um outro homem ou mulher.

Isis
É uma deusa Lilith
Inanna idem
Afrodite idem
Freya idem
Oxum idem
Etc.

Se v souber olhar para dentro do seu coração
Ela estará lá.

Lilith é aquela vibração
Do homem ou mulher
Que faz lembrar
Das lembranças grandiosas de passado muuuitooo remoto.
Quando Sol e Lua eram verdadeiros amantes
Sem a interferência do olho grande do Supremo.

Os Supremos querem supremacia.
Não querem o encantamento do amor que acham que os deixa vulneráveis.
Quando
Como bem sabe Lilith
É exatamente o contrario.

O Poder emanado de quem sentiu um dia a verdadeira cumplicidade do encantamento.
E
Se sentiu um dia
Aquilo deixou a marca
Da Possibilidade.
E Lilith deixa sua face marcada.

As cores têm tremendo poder sobre pessoas e ambientes.
Lilith sempre soube manipular as cores.

As cores na magia
São as emanações dos planetas e do zodiaco.
O oroborus.
O zodíaco é um oroborus, perceba logo isso.

Lilith usa cores indistintas
Pois ela é a Lua com suas sombras
Como o prateado, a cor de ameixa, magenta, marrom ou castanho, o azul do mar ou do céu à noite. As cores misturadas.

É o Sol Adão que usa as cores primárias.
Numa magia masculina, por ex.

Lilith usa o corpo como instrumento da personalidade. Desenvolvendo suas habilidades naturais.

A Natureza te dá algo.
Mas você tem que desenvolver o que recebeu.

A beleza atrai atenção
Mas a atenção permanece se há algo mais.

Uma pessoa somente bela
É uma festa para os olhos, com prazo de validade.
A beleza precisa ser acrescentada com outros dons de Lilith:
Imaginação e discernimento.
Falta de discernimento, por ex., acaba com qualquer encantamento e só deixa julgamento.

Na sedução o rosto sabe esconder a alma.
E tem sangue frio.
E consciência dos movimentos.

Lilith não segue nenhuma moda.
Moda é para Eva.

Moda é para atrair algo e por isso precisa mudar frequentemente.
Mas
Lilith
É
Eterna.

É a Lua.

O eterno está na Mente desde o inicio dos tempos.
A moda está na mente do momento.
Por isso
Lilith será
Eternamente Amada.

Então
Ela usa cores, sons, movimentos, luzes, aromas… aromas intensos
Pois
Lilith
Não é uma flor.
Está mais para os leopardos.
Por isso usa sândalo, almíscar e cedro.
Embora nas flores
Ela goste das essências de jasmim, gerânio e rosas. Essências somente. Com oleosidade.

Pois têm influência psicológica.

Assim é Lilith.

Dion Fortune soube bem descreve-la no romance Moon Magic.

Por hoje chega.
Estamos quase terminando esta novela.
Tomara que v tenha entendido, em vez de se perder com contrainformações que afastam da verdadeira
Lilith.

CAPÍTULO 10

Lilith nº 10

Os longos cabelos são a coroa de Lilith.
O seu esplendor feminino, mas também sabedoria

Em muitas culturas, religiões, etc. e até em punições, as mulheres eram obrigadas a esconder, amarrar ou cortar seus cabelos.

Pois os homens corriam risco de serem seduzidos , já pensou? Como ficariam com suas regras de politicamente corretos, ou seja: uma tabua rasa?
Os cabelos eram tão importantes que o Talmud e a Bíblia têm longos trechos a respeito.

O poder sedutor de Lilith começava pelos cabelos.
Por isso os salões de beleza nunca fecham, nem nas recessões.
Lilith usa maquiagem. Adora kohol, delineadores de olhos.
Jamais se encontra com Samael sem os olhos pintados.
Sedução é kohol.

O Zohar diz que Lilith está sempre presente quando um casal transa. Como uma intrusa pronta para pegar o sêmen que se perde no ato.
Acho que esses caras tinham tremenda fixação por essa senhora. Falam dela o tempo todo.

O Zohar recomenda que o encontro de um casal deve ser em total santidade. Dá até detalhes de como fazer e ser.
Começando por cobrir a cabeça de ambos. E por aí vai.
Freud explica.
Fala sério.

E v não sabe das fofocas da arca de Noé, onde se diz que Lilith estava presente junto com a mulher de Noé fazendo suas estripulias.
E que a arca de Noé trouxe doenças a ele e à família, sem falar no cheiro desconfortável.
Essa v não sabia. Nem eu.
Embora pudesse se deduzir.

O Zohar dá outras minúcias:

Deus tentou 3 x criar Eva.
Pois antes criou uma Eva na frente de Adão, usando ossos, músculos, sangue, secreções, peles, etc. e o rapaz ficou enojado .
Pudera.

Tentou criar de partes castas do corpo de Adão, sabe- se lá que partes eram castas.

Pois a cabeça não era: podia ser arrogante.
Pois o olho não era :, podia ser indiscreto
Pois o pescoço muito menos: podia ser insolente.
Da boca, nem pensar: podia ser tagarela, no mínimo.
Da mão, nem pensar também: podia ser intrometida.
Etc.
Sobrou a costela.

Ai resolveu criar Eva quando Adão estava dormindo e não podia ver nada do processo.
Usou sua inocente costela.

Tenho um aluno que disse que nunca mais comeu costela depois que soube desse procedimento.
Compreendo.

Ai Deus olhou Lilith e resolveu que a Eva tinha que ter uns enfeites para seduzir Adão.
Não tanta sedução como Lilith, é claro, mas um pouquinho.

Colocou tranças em Eva, já que cabelos soltos seriam demais , e enfeitou- a como uma noiva com 24 pedrarias .

Só então deu uma sacudida em Adão para desperta- lo.
E Adão ficou fascinado.

Para completar, Deus chamou os anjos para tocarem tambores xamânicos, e dançarem como mulheres, trazendo um ar Lilithiano ás núpcias.
Não entendi essa de dançar como mulheres..
Talvez os anjos fossem homoafetivos, vai saber
O que demonstraria uma atitude politicamente correta da divindade. Parabéns.

Ainda assim, continua o Zohar, Ele disse a Adão, muito seriamente:
– Seja casto! Seja casto!
( falou 2 x)

Diz-se que Eva chorou quando tiveram que sair do Eden. E suas lágrimas transformaram- se em lírios.
Lírio é ambivalente.
Significa pureza.
Mas também é muito parecido com o nome Lilith .
(em inglês, lírio é Lily. Mais um Th e era Lilith)

Bem.
Tanto Lilith quanto Eva transavam com a serpente, que ninguém era de ferro.
Ambas tiveram filhos do ofidio.
A humanidade não veio só de Adão e Eva.
Mas de Eva/ Lilith e Serpente.
Tá explicado.

O pecado original biblico, segue o Zohar, nao foi o ato sexual em si.
Foi o ato sexual no período de menstruação de Eva.
É um antigo preceito biblico não transar nessa época.

Enfim.
Para completar:

É no espelho que Lilith se manifesta.
Ao se olhar no espelho começa a sedução.
Consequentemente:
Vocês que fazem selfies o dia inteiro estão evocando Lilith..
É o princípio de tudo.
Depois do selfie qualquer coisa pode acontecer.
Como Lilith encontrar Samael….

Segue next week.

CAPÍTULO 11

Lilith nº 11

Quando v faz selfie ou se olha no espelho se admirarando
Lilith está presente lhe observando.

Quando v tem raiva de v porque se restringiu em algo que lhe agradava

Ou se sente refém de um casamento que quase não suporta

Ou se sente escravizada por supostos dogmas

Ou quando lhe taxam de comportamento edipiano sem mesmo avaliar que há algo mais profundo

Lilith está presente

V se torna uma pessoa fria quando sente que Eva está separada de Lilith
Ou Adão de Samael.

Quando v se enfurece frequentemente

Quando as crises nervosas são constantes

Quando seu comportamento fica dramático, egoísta, panicado, cheio de autocensuras ou de censuras ao mundo,

Quando…..

Lilith separada de Eva
Samael separado de Adão
Estão presentes.

Quando o outro/a
Não aceita seus desafios
Não conhece os jogos de amor
Não percebe uma certa selvageria
Não identifica algo mais brilhante em fogaréu
Não percebe a impaciência de um cavalo antes da disparada
Quando o outro/a
Lhe olha com complacência e compreensão
E ri do seu jeito meio esquisito…

Então Lilith ou Samael
Começam a se enfurecer e a sentir calor raivoso
Deixam de se importar com aquele parceiro/a tão perfeito e distante
Como o céu está distante da terra
E
Tudo acaba entre eles
.ainda que continuem juntos
por outros interesses ou vícios
comportamentais

Lilith e Samael
Esticarão seus olhos e 5 sentidos
Para verem se ainda encontram
Nesta vida
Seu outro par verdadeiro
Seu Samael ou sua Lilith,
Se é que me entendes .

Nada é tão inteiro
Quanto Eva e Lilith juntas na mesma pessoa
Ou idem
Adão e Samael.

O mundo seria outra coisa.

Quando um povo
se enraivece e se divide
E se estraçalham ou se corrompem
Ou a miséria assola
E a terra parece desmoronar
É porque
Lilith e Eva estavam separadas
Samael e Adão estavam separados.
Se é que me entendes.

Lilith diz:
– Porque têm medo de mim?.
Amo minha família como Eva
Sou boa e confiável como Eva
A única diferença
Entre eu e as outras
Não está em nosso corpo,
Mas em nossas mentes.

Adão separado de Samael responde:
(mas também poderia ser Eva separada de Lilith)
– Eu te amo. Mas quero ter uma vida tranquila.

E Lilith responde
ao Adão separado de Samael, que a fita ressabiado e desejoso, angustiado e inquieto:

– Ok. Vou te deixar na tua vida tranquila. Mas
Fica sabendo
Serei sempre
Sua outra mulher.
Não te deixarei.

Adão não resistiu e uniu-se a Lilith.
Nesse momento
Eva chegou
Nada disse nem fez.
Sentou-se afastada.
Mas entrou no corpo de Lilith
Incorporou-a.
Lilith e Eva uma só.

E o amor das 2 em 1 uniu-se ao amor de Adão incorporado de Samael, dos 2 em 1
E foi uma maravilha.

No entanto
Ao final
Adão desincorporado de Samael
Diz rindo meio sem graça:
– Agora Lilith
V pode partir
E durante uns tempos não nos veremos novamente.
Porque a felicidade é curta.

Lilith diz:
– Como assim?! Estarei sempre aqui. Pois Eva e eu somos a mesma, como v e Samael são o mesmo.

Que responde ele?
Simples.
Diz assim:
– V só pode estar brincando.

Pois é.

O processo de individuação é difícil pra caramba.
Porque exige fidelidade a si mesmo e não a uma convenção.

Lilith está no seu mapa através de planetas transpessoais.
Samael idem.

Pegue-os se for capaz.

Estamos quase acabando essa novela de Lilith, inspirada no livro The Book of Lilith, de Barbara Koltuv.

Enquanto isso
Quem sabe
V vem se aprofundar nos cursos da URANTIAM